A semana da moda de Nova Iorque é um dos acontecimentos mais importantes do ano no mundo fashion e que na edição deste ano terminou da melhor forma possível: foi uma marca africana a fechar o evento.

Quando se diz que “o melhor fica para o fim”, é no sentido literal. Por isso a Xuly Bët foi a marca eleita para encerrar o último dia da New York Fashion Week SS17.

Lamine Badian Kouyaté é o criador que mistura africanidade aos cortes cosmopolitas contemporâneos.

A colecção apresentada revela um combinação de fatos femininos, vestidos-sweat-shirts, calças flare, maxi, casacos bomber, bodies, fitas e sandálias compensadas, cuja base é sempre o padrão, estilo ou cor bem ao jeito africano.

Lamine foi considerado em 1997, pelo New York Times, o estilista do ano e abriu uma loja em plena “Big Apple”, na Orchard Street.

Vê o vídeo do desfile:

xuly-660x550-copia