A sul-coreana Samsung suspendeu a venda ou a troca do seu smartphone Galaxy Note 7, enquanto decorrem as investigações sobre as causas que levam o equipamento a desligar-se sozinho, bem como as baterias a arderem durante o carregamento.

Numa nota publicada no site oficial do fabricante de smartphones, a empresa pede aos utilizadores para desligarem os equipamentos, também a Federal Aviation Administration emitiu um comunicados para que os aparelhos não fossem sequer usados – ou ligados – durante os voos, o que significa que, diariamente nas ligações aéreas efectuadas nos EUA, pelo menos um milhão de pessoas ouvem um aviso de segurança relativo ao Galaxy Note 7.