Frank Ocean foi afastado dos Grammy de 2017, pela Universal Music, depois de ter divulgado, sem autorização editorial, o seu álbum Blond, no mesmo fim de semana que outro álbum seu, Endless, fazia a estreia.

Segundo a revista Bilboard, a editora tem o poder de escolher quem se torna elegível para estar entre os nomeados dos prémios Grammy. Apesar dos álbuns terem sido lançados no prazo indicado e muito aclamados pelos fãs, não foram submetidos pela Universal Music. Ocean deixa assim a corrida ao prêmio de álbum do ano para Beyoncé, Adele, Chance The Rapper e David Bowie.

Para muitos uma novidade para outros até que não, uma vez que surgiram rumores de um clima tenso entre o cantor e a editora, chegando mesmo a ser notícia uma possível rescisão de contrato para poder assinar com a Apple.

Frank Ocean junta-se assim a Drake, que por descuido da Universal Music, não foi indicado para os nomeados dos Grammy de 2017.