Este ano, chegou ao mercado dos smartphones o falhado Galaxy Note 7 da Samsung, o iPhone 7 sem a saída de áudio no padrão de 3,5 milímetros e o Pixel Phone da Google. Mas ainda há mais.

O smartphone mais recente e que pode surpreender pela positiva é da chinesa Xiaomi, que acaba de entrar nesta batalha de fabricantes de telemóveis inteligentes com o Mi Max, um phablet de 6,4 polegadas com corpo em cerâmica, que mantém o tamando de um modelo de 5,7 polegadas graças ao preenchenchimento 91,3% da tela em relação a parte frontal do dispositivo.

Além desse belo conceito praticamente sem bordas, projectado pelo designer Philippe Starck, o Mi Max conta com especifiações de ponta.

O Mi Mix vai estar disponível em Novembro com um custo de 516 dólares, para a versão com 128 GB de armazenamento, e 590 dólares na versão com 256 GB.

Confera abaixo as especificações do smartphone:

– Tela: 6,4 polegadas com resolução de 2040 x 1080 pixels

– Processador: Snapdragon 821

– Memória RAM: 6 GB

– Armazenamento interno: versões com 128 GB ou 256 GB

– Câmeras: frontal de 5 MP, traseira de 16 MP

– Bateria: 4.400 mAh

– Dimensões: 158,8 x 81,9 x 7,9 milímetros

– Peso: 209 gramas

– Sistema: Android 6.0 Marshmallow

– Extras: USB Tipo-C, Dual-SIM (nano), carregamento rápido (Quick Charger 3.0)