A forma como passamos o nosso tempo tem evoluído ao longo dos anos.  Com a Internet, a televisão deixou de ter a quase exclusividade nesse mundo do entretenimento, para dar lugar aos serviços de streaming e às redes sociais.

Reed Hastings, CEO da Netflix afirma que a competição que o seu serviço enfrenta “é a substituição, quando as pessoas estiverem a passar tempo no Snapchat, nos vídeos do Facebook ou YouTube ou qualquer outra aplicação que ainda não esteja inventada. O entretenimento humano seguirá para algo novo. O derradeiro desafio para nós é qual é mesmo essa nova forma de entretenimento?”

O líder da Netflix referiu ainda que prevê que o cinema e televisão se tornem entretenimento de nicho – um pouco como os livros e a ópera – o que obrigará as empresas desta área a procurar novas formas de chamar a atenção dos consumidores.