Coisas que não dizemos às nossas parceiras

Uma relação com base no bom-senso e entendimento demostra que estamos juntos para o bem e para o mal. A partilha é o factor chave para o sucesso, mas todos sabemos que há sempre alguma coisa que elas não nos contam e, claro, que nós também não lhes contamos.

Muitas vezes, aquilo que preferimos não falar tem a ver com opiniões que podem dar início a um verdadeiro conflito desnecessário, não porque não estão correctas mas porque podem abalar a confiança e auto-estima da parceira. Simples não é? Vamos enumerar aqui algumas dessas frases que não ousamos proferir, escolhidas pelo El Confidencial.

1. “Às vezes gostava de estar sozinho”

Os homens também precisam do seu espaço. Contudo, as necessidades do homem em estar sozinho tendem a diferenciar da necessidade de espaço das mulheres, enquanto elas querem tempo para pensar ou planear o futuro, eles simplesmente querem tempo para se sentirem livres como antigamente – uma saída com os amigos, ver televisão, ler ou jogar computador.

2. “A vida era melhor sem crianças”

Ter um ou mais filhos? Eles são a continuação do nosso trabalho enquanto humanos mas, para os homens, muitas das vezes são um novelo de responsabilidades para o qual não têm muita paciência, sobretudo porque o foco das suas vidas deixa de ser eles próprios. Isto não significa que os homens tenham menos gosto pelos seus filhos do que as mulheres. Significa apenas que já não há o tempo que havia para se ter aquilo que por norma se chama ‘vida própria’.

3. “Engordaste”

É considerada a pior coisa que um homem pode dizer a uma mulher, especialmente se ela for a sua parceira. É a palavra que mais contribuiu para a insegurança e preocupação de uma mulher, que pode exacerbar as palavras a tal ponto de cair numa dieta extrema e sentir os efeitos principais ou secundários da mesma. Ninguém quer achar que a pessoa que nos ama deixou de o fazer por ter ganho mais uns ‘quilinhos’, e é por isso que este é dos pensamentos que menos se materializam e, quando o fazem, originam problemas conjugais ou pessoais.

4. “Dizes que me amas, mas na verdade não me queres”

Pode parecer mentira, mas os homens também dependem da necessidade em se sentirem desejados. Por vezes, o ‘amo-te’ pode saber a pouco e, para manter a autoestima ou sentimento de virilidade, eles também gostam de se sentir desejados e amados.

5. “Gostava que fosses mais direta”

É outro dos mitos sobre as mulheres: o cérebro. Dificilmente um homem percebe aquilo em que a parceira está realmente a pensar, até porque elas pensam em muita coisa ao mesmo tempo. É por isso que, por vezes, ele pode pensar que está tudo bem quando, na mente dela, está tudo virado do avesso. Muitas das vezes, esta falta de comunicação acaba em mal entendidos de ambas as partes e as discussões nascem sem realmente se perceber porquê.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.