Chapecoense é o grande vencedor da Taça Sul-Americana

A Confederação sul-americana de futebol (CONMEBOL) decidiu atribuir ao Chapecoense a vitória da Taça Sul-Americana, cuja final iria disputar um dia depois do trágico acidente de avião, que vitimou 19 jogadores da equipa.

Em comunicado, a CONMEBOL anuncia que vai atribuir todas as honras e direitos decorrentes da vitória na competição à Chapecoense e as de vice-campeão ao Atlético de Medellín, juntamente com o prémio centenário de ‘fair play’ para os colombianos, cujo valor pecuniário é de um milhão de dólares (cerca de 931 mil euros).

“Na quarta-feira, 30 de novembro, a CONMEBOL recebeu uma carta do Club Atlético Nacional, dirigida ao senhor Alejandro Domínguez, presidente da CONMEBOL, convidando-o a ‘entregar o título da Taça Sul-Americana à Associação Chapecoense de Futebol em honra da sua grande e em homenagem póstuma às vitimas fatais do acidente que enluta o nosso desporto”, lê-se no comunicado do organismo que rege o futebol na América do Sul.

Para a CONMEBOL, “não há maior demonstração do espírito de paz, compreensão e jogo limpo”, salientando a “solidariedade, consideração e respeito” demonstrados pelo Atlético Medellín com “os seus irmãos” da Chapecoense.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.