Ronda Rousey massacrada em 48 segundos por Amanda Nunes

A brasileira Amanda Nunes precisou de apenas 48 segundos para acabar com a reputação da ex-campeã Rounda Rousey e manter o cinturão de peso-galo da UFC, que tinha conquistado em Julho contra Miesha Tate.

Depois da famosa derrota contra Holly Holm, em Novembro de 215, este era o grande retorno aos ringues do UFC de Rowdy, que iria servir de introdução ao fim da sua carreira. Foram precisos apenas 48 segundos de uma combinação de socos para o árbitro Herb Dean terminar o combate de ontem, 30, em Las Vegas.

“Quando pedi essa luta ao Dana, sabia que podia vencer. Preparei a minha cabeça, o meu espírito e o meu corpo. Sabia que a Ronda Rousey era grandiosa, mas ninguém vai tirar este cinturão de mim. Em toda a minha preparação eu soube que ia ser a campeã. Estou preparada, treinei muito para essa luta. Eu treino para ela desde que entrei no UFC, sabia que ia acontecer e essa noite provei para todo mundo. Sou a melhor lutadora do mundo. Podem parar com essa coisa de Ronda Rousey, ela vai se aposentar, vai fazer filmes, e eu vou continuar. Vocês têm que olhar para outras meninas. Eu sou a campeã”, completou durante a entrevista após o combate.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.