Prodígio abre 2017 com a mixtape “PRO-EVOLUTION 2”

Haveria melhor forma de começar 2017 do que com uma nova mixtape de Pro2da? Neste primeiro dia do ano, Pro-Evolution 2 chega-nos depois de um 2016 inteiramente dedicação à Força Suprema.

O volume um da mixtape foi lançado há exactamente dois anos e num rasgo de inspiração cuspida directamente para o microfone. “Foi muito espontâneo. Foi mesmo só eu going crazy em estúdio”, disse-nos Prodígio. A data foi escolhida “por ser a mesma data que escolhi para lançar o volume um, há exactamente dois anos”.

A escolha do produtor teve a ver com a sintonia que existe entre o rapper e Ghetto Ace. “É o meu produtor favorito, a nível mundial. Porque, como somos amigos há bué de anos, ele consegue dar vida aos meus sentimentos. Só para terem uma ideia, quando fiz “Futuro”, eu e ele não estávamos no mesmo país e disse-lhe que precisava de nostalgia e melancolia e ele mandou-me o beat certo. É essa a nossa conexão. Aquilo que eu tenho dentro da cabeça ele consegue pôr fora”, explicou à BANTUMEN.

Prodígio acaba de celebrar o seu 28.º aniversário e, no balanço característico do momento e da época festiva, diz-nos que a maturidade já é um ponto assente na sua música. “Nunca estive tão confortável no mic. Vou mesmo para o boof e faço a música literalmente dentro do boof. Acho que como músico, não há melhor bênção do que essa. Por isso sinto-me mesmo confortável para ir ao estúdio sem ideia nenhuma, só com o beat. Por isso fiz essa tape tão confortável e tão nas calmas.”

Concluindo a retrospectiva, “estou mais seguro e o contínuo apoio dos fãs dá-me a certeza de que estou a fazer a coisa certa”.

Sobre perspectivas para 2017, Prodígio lança o repto: “2016 foi o ano da Força Suprema, não lancei nenhum trabalho a solo, por isso 2017 vou carregar.”

DOWNLOAD 

 

 

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.