Investigadores brasileiros, da Universidade Federal de Pernambuco, descobriram uma espécie de morcego que passou a alimentar de sangue humano naquela região.

O estudo foi feito no Parque Nacional do Catimbau, a 300 km de Recife. O estudo analisou 70 amostras de fezes da espécie Diphylla ecaudata (Morcego Vampiro de pernas peludas), e conseguiram extrair o ADN de 15 delas, sendo que em três apresentam vestígios de sangue humano misturado com o de aves.

Antes disso, o que se sabia era que o animal consumia, exclusivamente, sangue de pássaros.

“Nós ficamos muito surpresos. Essa espécie não tinha uma adaptação fisiológica para se alimentar com sangue de mamíferos”, explicou o pesquisador Enrico Bernard.

Segundo os pesquisadores, a alteração no cardápio dos morcegos, está relacionada à falta de alimentos na região, que está sendo alterada pela presença humana e seus animais domésticos.