Este sábado, a noite lisboeta encheu-se de música com o concerto de Djodje, no Coliseu de Lisboa, um palco que o artista nunca antes tinha pisado. O cantor cabo-verdiano é um dos nomes mais referenciados da Kizomba, conta com três álbuns no currículo e aos 12 anos já tinha lançado o seu primeiro single hit.

O público esteve sempre com o artista e mostrou saber todas as letras do seu repertório, de trás para a frente, ao acompanhar músicas como “Vai Embora”, “Poderosa”, “Txukinha” e “Princesa”. De todas as idades e etnias, não houve quem não dançasse ao som de “Ka Bu Straganu Festa” e “La Ki Nos É Bom”.

Este parece ter sido o espectáculo perfeito para a gravação do DVD, o clima de festa contrastou com o romance imposto por faixas como “Beijam” e “Undi Ki Bu Sta”. Ao palco subiram ainda nomes como Força Suprema, Loony Johnson, Nélson Freitas, Mika Mendes, Ricky Boy e Dynamo a convite de Djodje.

Á medida que o concerto foi passando, as redes sociais foram carregadas com a hashtag #djodje.

No fim, Djodje, ao repetir a música “La Ki Nos É Bom”, terminou em festa com o público e os bailarinos presentes, que estiveram de parabéns por toda a coreografia bem elaborada durante todo o espectáculo. O resultado final com certeza terá agradado ao artista da Broda Music, como a todos aqueles que esgotaram o Coliseu de Lisboa.