A moda de origem africana tem ganho, de ano para ano, cada vez mais reconhecimento e popularidade, motivada, por exemplo, pelos famosos fashions designers por trás de pilares da indústria, como Olivier Rousteing, director criativo da Balmain, ou Agape Mdumulla, que já trabalhou para nomes como Karl Lagerfeld e Alexander McQueen. Contudo, também há nomes dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa que se têm destacado, seja pela originalidade e qualidade do seu trabalho, quer pelas participações em eventos de renome internacional. Apresentamos-te cinco profissionais da moda, de Angola, Cabo Verde, Guiné Bissau e Moçambique, aos quais deves ficar atento.

Omar Adelino

O estilista moçambicano nasceu em 1992, em Maputo, e começou o seu percurso profissional como  maquilhador e designer de moda. Depois de concorrer na edição de 2012 do Mozambique Fashion Week, na vertente School, Omar Adelino repetiu a presença no ano seguinte enquanto jovem criador e desde então tem apresentado as suas peças em vários desfiles e em vários países. Este ano, foi um dos designers convidados do evento MODAAFRICA, em Lisboa.

Nankova Alves

Nankhova Alves é o fundador das marcas angolanas Pano No Pano e Manzvat. As suas peças arrojadas e futuristas são presença assídua em eventos nacionais como o Moda Luanda e já teve a oportunidade de participar também no Windhoek Fashion Week, na Namíbia. Ainda este mês de Março, o estilista esteve em entrevista à BANTUMEN para falar sobre o seu novo projecto em colaboração com o grupo TRX Music.

Aloísio Rodrigues

Aloísio Rodrigues é um dos criadores da marca Banda, que já teve a oportunidade de participar em 2015 num dos eventos mais importantes da indústria fashion português, o Moda Lisboa, na categoria Sangue Novo. A marca revela a jovialidade e mistura de diferentes referências culturais dos dois criadores.
Alísio foi estudante de Design de Moda na Escola Magestil, em Lisboa, e a sua colecção masculina “Os Jardins Botânicos Exóticos” foi considerada um dos melhores trabalhos de finais do curso. Também foi finalista do 8.º concurso internacional de moda “Namorar Portugal 2011” e ficou em 2.º lugar no concurso Exponoivas 2012 com um vestido de nome “Pérola”.

Braima Sori Ba

O designer Braima Sori Ba nasceu na Guiné-Bissau, foi criado em Portugal e viveu vários anos na Alemanha, o que se tornou determinante para o cruzamento entre a inspiração africana e o corte ocidental que imprime nas suas peças. A sua marca BSB, foi criada na cidade de Hamburgo e já fez parte do Berlin Fashion Week e MODAÁFRICA.

Alfa Canté

Outro talento da Guiné-Bissau em ascensão na indústria da moda é Alfa Canté. O estilista estudou Design de Moda e Costura na Dinamarca, mas actualmente vivem em Portugal, onde teve oportunidade de apresentar a sua última colecção no MODAÁFRICA. Canté já foi considerado o melhor estilista de África – zona UMOA – em 2015 e já participou na Gâmbia Fashion Week.