Há muito tempo que nos ensinam que os opostos se atraem e, senão for lá em casa, sempre ouvimos essa expressão na rua ou com os amigos, mas na verdade tudo não passa de um mito. Numa publicação do The Conversation, o psicólogo social Viren Swami explicou porque é que os opostos raramente se atraem um ao outro.

Tendo por base conclusões de diversos estudos, o especialista e professor diz que as pessoas com quem não concordamos provocam-nos sentimentos negativos que nos levam a sentir repulsa por elas e, em certas situações, a diferença de mentalidades pode até gerar confusão e desconforto.

Quando são pessoas que têm as mesmas ideias e comportamentos que tendem a concordar com as nossas atitudes, existe uma maior probabilidade de gerar uma relação de amizade ou amorosa.

Apesar de não existir nenhuma conclusão científica alguns psicólogos contam que, mais que semelhantes, as personalidades precisam de se complementar uma à outra.

Os especialistas concluíram que não existe opostos que se atraem, nem pares perfeitos portanto é melhor procurarmos alguém com qualidades e atitudes semelhantes às nossas mas com quem possamos crescer.