A BANTUMEN esteve em estúdio com Kroniko para falar sobre o seu mais recente single, “Dias cinzentos”, e os seus planos para 2017.

Hoje com 34 anos e no game há quase 20, Kroniko continua com a mesma motivação de quando começou, sem se distrair com a nova escola. O truque parece ser a consistência com que tem trabalhado ao longo da sua carreira.

Apesar da ausência nos últimos dois anos, em 2016 regressou com um álbum que esteve ao encargo de SP Deville. Mudam-se os tempos, moldam-se os artistas e este último trabalho de estúdio é um reflexo das novas sonoridades que Kroniko nos apresenta. Um álbum dedicado ao trap, mas sem nunca perder as raízes que o fizeram apaixonar pelo hip hop, o artista afirma que o segredo está em saber inovar e em manter o seu leque musical fresh.

Foto @BANTUMEN

Quando lhe perguntámos sobre planos a curto prazo, o artista riu-se e afirmou que nada do que faz é para ser breve e confessou-nos que o novo álbum Estigma já está a 98%. Portanto, podemos nem sempre ouvir falar do nome Kroniko mas isso não quer dizer que o artista esteja parado.

A último single, “Dias cinzentos”, que contou com a participação de Cat Boto, faz parte deste novo trabalho de estúdio que o artista está a preparar para 2017. Como todas as suas letras, este é mais um pedaço da sua história, de quem continua a tentar singrar cada vez mais no panorama musical.