Dez anos depois do seu lançamento, dizemos agora adeus ao Windows Vista. Apesar da popularidade do sistema operativo, o Vista sempre se resumiu a uma dor de cabeça para a Microsoft, devido à interface pouco prática.

O Windows Vista e o Windows 8 foram dois erros crassos, que influenciaram negativamente a percepção pública do sistema operativo da Microsoft. Contudo, as versões XP e 7 nasceram para salvar a fama da empresa.

O fim do Vista, a 11 de Abril, significa assim que o sistema operativo vai deixar de receber actualizações de segurança e deixará de ter atenção da Microsoft e dos seus parceiros na compatibilidade de aplicações e hardware. Apesar de mais vulnerável, o Vista continua a poder ser utilizado.

“A Microsoft deu suporte ao Windows Vista durante os últimos 10 anos, mas, para nós e para os nossos parceiros de hardware e software, chegou o tempo de dirigir os nosso recursos para tecnologias mais recentes para que possamos continuar a enregar boas novas experiências”, lê-se num comunicado.

Em 2013, numa entrevista, Steve Ballmer disse que o Windows Vista foi o seu maior arrependimento enquanto CEO.