A BANTUMEN teve a oportunidade de encontrar-se para uma conversa rápida com Samuel Clássico, um jovem angolano de 24 anos, considerado um dos rappers da nova escola com mais participações e que acaba de assinar com uma das produtoras nacionais mais importantes, a Piriline.

 

Além de fazer parte da label de Reptile, Samuel Clássico está também a preparar uma nova mixtape MS24.

Como surgiu a oportunidade de integrar a Pirline?

Eu já conhecia o Reptile há um bom tempo. Recentemente, ele fez-me o convite para fazer parte do seu team e eu aceitei.

Sobre a mixtape, o que significa MS24? E, considerando que por norma lanças uma mixtape sempre na data do teu aniversário (17 de Fevereiro), o que originou este atraso no lançamento?

MS24 significa “Músicas de Samuel aos 24 anos”. O atraso da mesma deve-se ao facto de ter entrado na Piriline Ent. As minhas MS são disponibilizadas sempre todos os anos no dia 17 de Fevereiro, a data em que completo mais uma risonha primavera, e este ano foi a excepção porque a Piriline está a trabalhar no projecto de apresentação dos novos membros. Falo do projecto “A Voz Do Povo”. Por isso decidi adiar o lançamento.

O que podemos esperar do Samuel para 2017?

O projeto “A Voz Do Povo” é um dos trabalhos que podem esperar de Samuel Clássico, mas pela Pirline. Poderão ver o Samuel também em algumas participações, músicas soltas, vídeos, e também temos o projecto “Next Week” do meu grupo, Hotline Gang.

Como serão os trabalhos com os dois grupos?

Primeiro, a Hotline é o meu grupo e a Piriline a produtora. A única diferença é que os meus trabalhos a solo agora vão sair sobre a gestão da Piriline e as músicas com o grupo sobre a gestão da Hotline Gang. Obviamente vão sair milhares de músicas com a Hotline e milhares pela Pirline.

Ouve abaixo algumas das músicas em que Samuel Clássico já participou: