O excesso de peso é cada vez mais uma realidade global e um pesado factor de impacto negativo na sociedade e auto-estima. Uma má alimentação deixa qualquer um à mercê de diversas doenças relacionadas com um estilo de vida menos saudável, no que resulta em doenças cardiovasculares, colesterol e diabetes.

O peso a mais não é um problema só das pessoas que seguem uma má alimentação, mas sim um problema geral que afecta até aqueles que têm uma dieta equilibrada. Isto porque as escolhas alimentares não são a única justificativa para os quilinhos a mais.

O sedentarismo, um estilo de vida com pouca actividade, assume-se como maior intruso do nosso bem-estar. Contudo, também a genética e doenças auto-imunes podem interferir com a luta contra o peso a mais. Segundo o site Buena Vida do jornal As, estas são outras das razões que podem interferir com a tua capacidade de emagrecer:

-Viagens ou mudanças de hábitos, que te obriguem a refeições mais rápidas e práticas menos saudáveis.

 Doenças, sejam elas a síndrome metabólica e a depressão.

Deixares de fumar, uma vez que a escassez de nicotina vai estimular os neurotransmissores relacionados com o apetite.

-Mudança de casa, especialmente quando isso implica ires para uma localidade que não se conhece e onde não tens amigos e familiares.

-Genética, especialmente quando tanto o pai como a mãe apresentam excesso de peso.

Alguns medicamentos, como os antidepressivos ou calmantes.