Qualquer gamer tem como sonho ganhar dinheiro enquanto joga. A GameStars pode ser a concretização desse desejo. A plataforma portuguesa de competições e jogos online permite a jogadores (amadores ou profissionais) ganharem dinheiro a jogar videojogos. Segundo um dos fundadores, a GameStars é “simples e rápida”, “pensada ao detalhe” e vem dar resposta “à necessidade dos gamers” em termos de rendimento.

Em entrevista à agência Lusa, Daniel Pereira explica que “o único fator que faz o jogador ganhar mais é a sua destreza no seu jogo preferido”. A GameStars ganha uma comissão pela organização das competições, em jogos como o FIFA ou o Counter-Strike, bem como através da venda de produtos extra jogo. Quanto a custos para os jogadores, não existem inicialmente, mas o empreendedor admite que os custos poderão ser ajustados a cada utilizador quando começar a ser implementado.

Já existiam outras plataformas de jogos online, mas são “muito limitadas, complexas e elitistas”, enquanto a GameStars é “mais simples e funcional”, estando disponível para “qualquer gamer”, disse Daniel Pereira à Lusa. O fundador acredita ainda que este foi o melhor momento para a startup lançar a plataforma, não só em termos tecnológicos, com a aplicação de um novo modelo de negócio no mundo dos videojogos, como também em termos de necessidade dos próprios jogadores.