O filipino Manny Pacquiao foi surpreendido pelo australiano Jeff Horn que conquistou o título de campeão de peso meio-médio, num combate de 12 assaltos disputado em Brisbane, Austrália.

O combate foi a sétima derrota em 67 combates de Manny Pacquiao de 38 anos. A pontuação dos juízes (117-111 e 115-113 por duas vezes) foi favorável a Horn, um professor de educação física, de 29 anos, relativamente desconhecido e que apresenta um palmarés de 16 vitórias e um empate em 17 combates.

Perante 50 mil fãs, o antigo professor de 29 anos derrotou Pacquiao, que já é uma lenda no mundo do pugilismo, sendo o único a ter detido títulos mundiais em oito categorias. “Estou tão feliz, não consigo explicar os meus sentimentos”, disse Horn no ringue. “Desde muito novo que eu acreditava que podia fazer isto.”

O australiano não se mostrou intimidado pelo historial do adversário nem pelos 50 mil espectadores presentes no Suncorp Stadium, adoptando uma postura agressiva desde o início, com um boxe ofensivo que impediu Pacquiao de impor o seu jogo.

O filipino, único pugilista a ter detido títulos mundiais em oito categorias, foi respondendo em contra-ataque e só conseguiu pressionar mais a partir do nono assalto, mas o australiano voltou a dominar os dois últimos ‘rounds’.

Após a luta, Pacquiao afirmou: “Essa é a decisão dos juízes. Respeito isso.” Embora Pacquiao tenha sido derrotado, o atleta levou para casa cerca de dez milhões de dólares pela luta.