Givenchy

Givenchy prepara primeiro desfile sobre o comando de Clare Waight

A Givenchy está a preparar o primeiro desfile sobre as ordens de Clare Waight. Será uma apresentação mista com a presença da colecção para homens e da colecção para mulheres. No dia 1 de outubro, data da cerimónia, a marca francesa ganha uma nova vida.

Estas são as primeiras imagens da nova campanha publicitária da marca.

Givenchy

Via: Givenchy

Pela lente de Steven Meisel, a campanha traz quatro retratos a preto e branco de homens e mulheres, com um gato transmitindo mistério e sensualidade. Em setembro, vamos poder ver esta publicidade em placards de outdoor nas principais cidades do mundo, em paralelo com a sua estreia na internet.

Elias Bouremah, Kolton Bowen, Saffron Vadher e Meghan Roche foram os modelos a dar a cara na estreia de Waight. As duas mulheres apenas com uma camisola de renda e os homens aparecem vestidos com umas calças de fato pretas, sem parte de cima. Todos olham directamente para a câmara, incluindo o animal de estimação.

“Gosto da simplicidade dos retratos e do olhar de cada modelo, direto e cativante. Eles evocam poder, ousadia e a qualidade gráfica que Hubert de Givenchy deu a tudo aquilo que criou. Gosto da ideia de uma mulher ter um ar felino. Existem algumas pessoas que me fazem lembrar gatos. Elas podem parecer um pouco reservadas, mas têm esse olhar sereno, direto e sedutor. Eu quis brincar com a modernidade, estas expressões e esta atitude: pra mim é uma metáfora perfeita da evolução da Givenchy“, disse a estilista britânica em comunicado.

Clare Waight foi a diretora criativa nomeada depois da saída de Riccardo Tisci, que esteve 12 anos ao serviço da Givenchy. Estas são as primeiras imagens do seu projecto de estreia, nesta nova fase da sua vida. Rapidamente percebemos o caminho que a marca está a tomar, uma certa suavidade e diferença com um toque de entusiasmo e sedução.

BANTULOJA
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.