Exposição “ReBlink” que mistura arte e realidade aumentada

A arte visual tradicional pode ser uma fuga pacífica de um mundo tão agitado como o digital, mas  para os menos fãs pode ser uma seca. Mas hoje, a capacidade de interagir fisicamente com a arte e transformá-la é uma experiência que podemos fazer recorrendo a aplicações do smartphone.

O artista digital Alex Mayhew preparou, em conjunto com Ian Kelso, uma exposição onde é possível vivenciar uma oportunidade única. Co-fundadores do estúdio, Impossible Things, montaram uma exposição onde os visitantes fazem download de uma app para os seus smartphone ou tablets, cedidos pela organização, e através dessa aplicação conseguem ter noção da visão que os artistas históricos teriam se fizem a obra de arte nos dias de hoje.

Por exemplo, a The Marchesa Casati de cabelo ruivo, como pode ver na foto em baixo, está a segurar um selfie stick e a tirar uma foto, como uma socialite dos tempos modernos.

A exposição ReBlink está em exibição até 3 de dezembro na Galeria de Arte de Ontário em Toronto Canadá.

 

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.