E Mayweather continua invicto, mas McGregor acabou a luta de cabeça erguida, ao 10.º round

Nos últimos três anos, esta foi a segunda “luta do século“ e o resultado já era previsível. De um lado, Floyd Mayweather, com 20 anos de carreira nos ringues de boxe, e do outro Conor McGregor, campeão de uma modalidade moderna, o MMA, que saiu da sua zona de conforto para provar ao mundo que podia ser campeão de boxe. Apesar da derrota, o irlandês McGregor saiu deste combate de cabeça erguida. MayWeather conseguiu um knockout técnico ao décimo assalto.

O pugilista deixou o seu adversário cansar-se até ao quarto round – muitos chegaram a pensar que McGregor poderia efectivamente ganhar a luta, mas foi apenas estratégia do seu adversário – e, a partir daí, Mauweather fez o que tão bem sabe fazer: frustrar todas as tentativas de ataque do irlandês.

Havia muita especulação à volta deste combate, mas a verdade é que o resultado a favor do norte-americano era previsível. Afinal, há apenas quatro anos, McGregor ainda lutava como amador de MMA na Irlanda. Floyd Mayweather Jr já contabiliza 20 anos de carreira em combates de 12 assaltos, o que não é brincadeira nenhuma e, incluíndo a vitória desta luta, soma um registo avassalador de 50-0.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.