Para diminuir o número de noticias falsas, o Facebook vai banir páginas do sistema de anúncios da rede social, o que significa que não conseguirão rentabilizar por via da publicidade.

A penalização será apenas para páginas que partilhem notícias falsas de forma repetida, com o Facebook a recorrer à ajuda de organizações capazes de verificar factos para saber quais as páginas que estão a ir contra as suas regras.

O Facebook poderá não se ficar por aqui no que diz respeito a notícias falsas, com a rede social a querer certificar-se que não volta a estar no centro de uma polémica como a das eleições presidenciais dos EUA no final do ano passado.