Novo jogo de “South Park” ataca racismo na sociedade moderna

A Ubisoft vai lançar no dia 17 de Outubro, em solo norte-americano, o South Park Fractured but Whole, um videojogo que tem como base a série de animação e humor originalmente criada para o canal Comedy Central. Ainda não chegou às nossas consolas e o jogo já está a dar que falar, isto porque no menu onde escolhemos a dificuldade descobrimos que quanto maior for o nível de dificuldade mais escura é o tom de pele.

@Ubisoft

A Eurogamer avançou que quanto mais escuro for o tom de pele da personagem mais difícil se torna o jogo para o utilizador. Quando nos encontramos no menu de criação da personagem podemos escolher o cabelo, o outfit e personalizar por completo a nossa personagem. Quando chega a altura de definir a dificuldade do jogo, entramos num menu onde a cor de pele varia consoante a dificuldade. Como podemos ver em baixo a partir dos 5 minutos do video. A publicação adiantou ainda que durante o teste podemos ouvir Eric Cartman, uma das mais icónicas personagens de South Park, a dizer: “Não te preocupes, isto não afeta a capacidade de combate. Apenas todos os outros aspetos da tua vida.”

A Ubisoft contactada pela Eurogamer confirmou que a qualidade de vida e o montante financeiro que a personagem recebe ao longo do jogo é influenciada pelo seu tom de pele, assim como a maneira como as outras personagens interagem contigo. Esta é a melhor forma que a empresa de gaming encontrou para espelhar o racismo existente na sociedade moderna.

Numa outra cena é possível vermos o conselheiro da escola a interagir com o personagem e ficamos um pouco surpreendidos com a resposta quando selecionamos o nosso género como transexual. Aliás podem ver no video a baixo o exemplo de que falamos a partir do minuto 44.

TRABALHO DE PRETO
nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.