Finalmente o Projecto X disponibilizou o álbum intitulado Vilão, há muito esperado. O projecto acaba de ser disponibilizado gratuitamente como prenda de Natal.

O Projecto X é um grupo de rap criado nos finais de 2016, constituído por Vui Vui e Kadaff dos Kalibrados e Sandokan e Man Killa dos Army Squad. Segundo anuncio de alguns jornais, sites e blogues, provavelmente o álbum deveria sair no mês de Fevereiro pela editora B26, envolvida no lançamento, distribuição e gestão de merchandise, mas pelo que parece as conversações não aconteceram. O álbum acabou por sair com o selo das editoras Army Music e Goodfeeling Records.

O álbum conta com 12 faixas, com estilos musicais como rap, r&b e algumas fusões entre a Kizomba e guetto Zouk. Nas participações há JP da Maika, BZB, Preto Show e Lipsia. As produções são da responsabilidade de Chronics, Gaia Beat, Leandro 300, Aires, Chriz Beatz, Ricardo 2R, Samuel e tambem dos próprios integrantes Sandokan e Vui Vui.

Uma publicação partilhada por Vui_vui_goodfeeling (@vui_vui_goodfeeling) a O trabalho juntou vozes pertencentes a grupos que já dominaram o estilo da vertente hip hop e tão logo ganhou grandes repercussões a nível das principais manchetes noticiarias e debates nas rádios, televisões, sites/bloguers e principalmente nas redes sociais por causa das controversias com a Força Suprema, que chegou a envolver a interferência do governo de Angola representado pelo ex-ministro da Juventude e dos Desportos Albino da Conceição para reconciliar os dois grupos.

Sobre a estratégia de marketing do Projecto X podemos concluir que teve alguns efeitos positivos porque conseguiram renovar-se com sonoridades e flows novos, ganharam comparações com outros grupos do estilo e estiveram envolvidos nos assuntos mais falados durante todo ano sobre música.

Os quatro rappers dos populares grupos da história de hip hop angolano voltaram aos palcos com alguma regularidade e deram outra luta ao estilo, dividindo fãs e seguidores face às controvérsias com a Força Suprema, que paradoxalmente, provavelmente, aumentou e ao mesmo tempo diminuiu a hegemonia da Força Suprema.