A forma mais eficaz de saber se alguém esta perto de morrer é pela forma como respira. Quanto pior for essa função mais perto está dos seus últimos dias de vida. Por isso, quem fuma corre um risco maior, porque acelera esse processo.

Um estudo publicado pelo European Respiratory Journal, diz que é possível com apenas uma boa dieta combater esse processo de perda progressiva da função respiratória. É um processo que costuma ter inicio por volta dos 30 anos. Uma boa dieta é aquela que é composta por três porções de fruta fresca e dois tomates ao dia.

O estudo, feito com 680 pacientes europeus ao longo de dez anos, avaliou o desempenho de cada um dos participantes num teste de espirometria. A investigação analisou tanto o volume de que uma pessoa consegue inspirar e expirar, como também a velocidade com que esses movimentos são executados.

A conclusão do estudo é que todos podem tirar vantagem de uma dieta rica em frutas como a banana, a maçã e o tomate. Mas o benefício pulmonar é particularmente evidente em ex-fumadores, segundo cientistas.

“É possível que o dano causado pelo fumo seja atenuado ou reparado graças ao consumo regular de frutas. A dieta pode ser uma maneira de combater problemas de saúde em alta, como a DPOC [doença pulmonar obstrutiva crónica]”, disse a investigadora e mentora do estudo Vanessa Garcia Larsen, da Universidade Johns Hopkins.