Um desenho de um pénis gigante foi pintado num dos prédios da Lower East Side, em Nova Iorque. Dias depois foi apagado, segundo o relatório da WABC-TV, o mural foi criado pela artista sueca Carolina Falkholt.

Ler + As 10 melhores cidades para visitar em 2018

A pintura apareceu na parte lateral de um prédio de quatro andares na véspera de Natal. No entanto, a pedido do dono do edifício, o mural foi apagado após algumas reações negativas por parte da população do bairro.

Enquanto algumas pessoas admiravam a natureza artística do mural, outras ficaram horrorizadas com a visão de um pénis gigante. Falkholt defendeu a sua peça, dizendo ao The Guardian que o objetivo era despertar a atenção das pessoas e fazer com que elas “não tenham vergonha do seu corpo e de sua opção sexual”.

“Costumo pintar vaginas gigantes”, disse Falkholt. “Uma vez tinha acabado de pintar uma vagina ao lado de um edifício de cinco andares e pensei que precisava de pintar ao lado um pénis. Numa parede em Broome, era o sítio perfeito para isso. Se um pénis pode entrar na vagina de uma mulher, com certeza pode estar numa parede”.

Ao contrário da abordagem mais abstrata que teve na pintura da vagina, o mural do pénis em Falkholt foi considerado “assédio sexual visual” por um turista canadiano.