Numa lista dominada por artistas norte-americanos, Ed Sheeran é o artista que mais discos vendeu em 2017, com o álbum Divide, revelou a Federação Internacional de Indústria Discográfica (IFPI)

Com um “sucesso sem paralelo”, com este terceiro álbum de estúdio Sheeran foi multiplatinado em 36 países.

LER+: “Mia Rose”, o primeiro single do próximo projecto de Chefe IG

Sem revelar valores, a federação explica que Ed Sheeran liderou as várias tabelas de vendas de discos, em suporte físico, incluindo vinil, em suporte digital e também nas plataformas de escuta em ‘streamming’.

Editado em março de 2017 e distinguido com um Grammy de melhor álbum pop vocal, “Divide” inclui temas como “Shape of You” – o mais tocado na plataforma Spotify em 2017 -, “Castle on the hill”, “Galway girl” e “Perfect”.

De acordo dados oficiais de vendas do Reino Unido, “Divide” vendeu cerca de 2,1 milhões de cópias no mercado britânico. Nos Estados Unidos, as vendas foram superiores a 2,7 milhões de unidades.

Para o diretor executivo da IFPI, Frances Moore, a lista dos dez nomes que mais discos venderam em 2017 é demonstrativa de quem são os artistas de sucesso da música pop da atualidade.

Em segundo lugar da lista dos dez artistas que mais CD’s venderam figura o canadiano Drake, em terceiro Taylor Swift – a única mulher da lista -, seguindo-se os rappers Kendrick Lamar e Eminem, o músico Bruno Mars, o músico canadiano The Weeknd e os grupos Imagine Dragons, Linkin Park e The Chainsmokers.