Depois da pressão e especulação dos media e da população, Oprah Winfrey disse que pode vir a concorrer à presidência dos Estados Unidos da América em 2020 (quem sabe, concorrendo contra Kanye West), mas sob uma condição. Tem de ser Deus a convencê-la.

“Tive pessoas – ricas, milionárias – a telefonarem e a dizer ‘Eu posso dar-te um milhão de dólares. Eu posso promover a tua campanha’”, disse a magnata da comunicação durante uma entrevista à People. “Essas pessoas fizeram-me pensar: ’devo pelo menos olhar para essa possibilidade?’”.

LER+: Livro de Michelle Obama chega a Portugal em março

E Oprah rezou. “Deus, se achas que devo me candidatar, tens de me dizer, e a resposta tem de ser tão óbvia que, nem eu,  vou passar ao lado [dela]”.

Contudo, uma possível candidatura nunca esteve nos seus interesses. “Não está no meu ADN… Isso não é para mim”, disse durante uma entrevista sobre a estreia do seu último filme A Wrinkle In Time.