Depois de diversas marcas de alta costura, como a Gucci e a Furla, deixarem de trabalhar com peças com pêlo de animal, agora, é a vez da marca italiana Versace se afastar desse mercado.

Donatella Versace afirmou, esta quarta-feira, que não vão existir peças com pêlo em coleções futuras da marca de alta costura.

“Pêlo? Estou fora disso”, frisou a designer de moda, que explicou “não ser preciso matar animais para fazer moda”.

No seu site, a Versace ainda tem disponível no seu stock peças com pêlo, como é o caso de uma almofada que custa 1.500 dólares (aproximadamente 1.300 euros).