A Analysys Mason, líder em consultoria e pesquisa especializada em telecomunicações, mídia e tecnologia, aponta a China como o primeiro país que deverá receber a ligação 5G.

Estas declarações têm como base um estudo que indica que iniciativa vai decorrer num compromisso entre operadoras de Internet e do governo, num plano de lançamento gradual até 2020.

Além da China, seguem-se a Coreia do Sul, os EUA e o Japão. Estas alterações deverão ter sérias implicações no que diz respeito à tecnologia, aponta outro estudo. “Quando os países perdem liderança global na geração sem fios, perdem-se os empregos e a inovação tecnológica é exportada para o exterior”, aponta o analista da Recon Analytics, Roger Entner, de acordo com o CNET.