Para além de tomar por assalto as nossas televisões e computadores, a Netflix está agora interessada em comprar salas de cinema, já houve a tentativa de compra, mas o negócio acabou por não se concretizar.

Tem havido muita controvérsia e rumores ultimamente acerca do serviço Streaming querer ir aos Óscares, uma vez que já produz filmes originais. Mas para tal é necessário que os filmes passem também num circuito comercial onde todos possam ver e não apenas na aplicação, o objectivo é: exibir em simultâneo em grandes ecrãs e na app.

Para surpresa de muitos, a Netflix acabou por avançar com a compra de salas de cinema nos Estados Unidos, só que o negócio acabou por não se concretizar. De acordo com o Los Angeles Times, a Netflix esteve em negociações para comprar os Landmark Theatres que estão sediados em Los Angeles. A empresa tem mais de 250 salas em 53 cinemas por todo o país — São Francisco, Nova Iorque e Los Angeles são algumas das cidade. Segundo o mesmo jornal, o negócio não avançou porque o preço da Landmark Theatres era demasiado elevado.

Mas talvez ainda possamos acreditar numa bilheteria para “filmes originais Netflix”. Por enquanto, não se sabe se o serviço de streaming vai tentar uma renegociação. Para mais tarde concorrer com grandes filmes em festivas como o Festival de Canes, onde foram impedidos de participar porque os seus filmes não estrearam em salas francesas.