Este é aquele momento fofinho em que percebes que há animais com uma sensibilidade e empatia maiores que muitos humanos. Max é um cão idoso que salvou Aurora, uma menina de três anos que se perdeu da família durante a noite, em Queensland, na Austrália.

A ABC indica que o cão de 17 anos, surdo e parcialmente cego, protegeu a criança durante as cerca de 15 horas em que estiveram perdidos no mato.

Aurora de três anos desapareceu de Cherry Gully, em Queensland, no dia 22 de abril, por volta das 15 horas, de acordo com o Daily Mail. Foi entretanto accionada uma equipa de busca e salvamento noturna de mais de 100 voluntários, que não encontrou vestígios da menina e retomou a missão de salvamento na manhã seguinte. O grande herói do dia foi Max, que levou a avó da criança, Leisa Bennett, até ao local onde Aurora se encontrava.

Um homem envolvido nas buscas, Ian Phipps, disse à ABC que um membro da família avistou Aurora e Max a cerca de um quilómetro de sua casa em Queensland. Phipps explicou que “a área ao redor da casa é bastante montanhosa e é um terreno muito inóspito, então a menina andou bastante com o seu cão muito leal”.

A avó de Aurora disse à ABC que a criança quando a procurava a criança ouviu-a e respondeu. “Quando a ouvi gritar “avó”, eu sabia que era ela. “Subi a montanha […] e quando cheguei ao topo, o cão veio até mim e levou-me direto a ela.”

Bennett disse que foi uma reunião emocional “com muitas lágrimas”. E ficou maravilhado com o fato de que Max “nunca a perdeu de vista. Ela cheirava a cão, dormia com ele”.

Aurora foi encontrada apenas com alguns cortes e arranhões, mas em perfeito estado de saúde.