Patrão é o novo EP de Boss AC, que aos 43 anos de idade continua a carregar o peso de um dos rappers mais conhecidos dos PALOP, autor dos clássicos como “Lena”, “Baza Baza” e “A Carta que Nunca te Escrevi”.

Um conjunto de cinco faixas compõem o EP Patrão, que também chega com o videoclipe do single “Queque Foi”, realizado e editado por Chikolaev.

Em entrevista cedida à Rimas & Batidas, Boss AC explicou que continua a trabalhar sozinho e que esteve num processo muito solitário, lembrando que “escreve, compõe, produz e grava”.É um regresso do Boss do “início dos tempos”.

Na segunda faixa, “Queque Foi”, o rapper explorou a sonoridade do trap, numa sonoridade “mais à 2018”.

Com temas bastante ecléticos, espirituais, auto-afirmativos, nostálgicos e festivos como o artista redefine, este EP tem como convidados DJ Bernas, DJ Ride e Black Company.

O Patrão é antevisão do álbum que já foi anunciado pelo rapper e que é o sucessor de AC Para os Amigos, de 2012. Dentro do repertório que já tem mais de duas décadas temos primeiro álbum de Boss AC, Manda Chuva. Seguiram-se Rimar Contra a Maré, em 2002, Ritmo, Amor e Palavras (RAP), em 2005, e Preto no Branco, em 2009. Ouve através do Spotify o EP e deixa nos comentários o que acha do regresso do Manda Chuva.