JAY-Z vai a tribunal na próxima semana

JAY-Z vai ser forçado a testemunhar a 15 de maio numa investigação da Comissão de Valores Mobiliários dos EUA – Securities and Exchange Commission (SEC), em inglês –  envolvendo a venda da marca de roupa Rocawear ao Iconix Brand Group Inc.

Em audiência em Manhattan, o juiz Paul Gardephe disse que JAY-Z, cujo nome verdadeiro é Shawn Carter, não respondeu às intimações da SEC publicadas em novembro e fevereiro, apesar dos esforços repetidos da agência reguladora para agendar uma data para testemunhar. “Shawn Carter não apareceu como fora requisitado nas notificações” que recebeu no final de 2017 e no início de 2018 .”O testemunho foi adiado e não pretendo tolerar mais atrasos”, disse Gardephe.

A SEC apresentou uma petição na semana passada para impor suas intimações contra JAY-Z, mas ainda não se sabe onde a audiência terá lugar.

A investigação da SEC sobre a Iconix começou depois da empresa anunciar que reduziu em 169 milhões USD o valor da Rocawear em março de 2016, e dois anos depois, em 34 milhões USD.

A entidade tenta descobrir se ocorreram “possíveis violações” das leis em relação aos relatórios financeiros da Iconix. Para isso, quer que Jay-Z preste esclarecimentos sobre “os seus negócios conjuntos” com a empresa, “entre outras coisas”.

 

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.