O nome de Giovanni veio à tona depois do single “50/50”, com a participação do amigo Zara G, ambos artistas da linha da Azambuja (Portugal).

O single “50/50” foi disponibilizado online há quase um ano e tem mais de quatro milhões de visualizações no YouTube e mais de um milhão de streams no Spotify e Apple Music.

Atualmente, Giovanni faz parte de um grupo de jovens artistas da linha da Azambuja, onde também surgiram nomes como Wet Bed Gang, Phoenix RDC, Dero Vibez, Pizzy, Psico ou Tchoras.

Recebemos o artista de 19 anos no estúdio da BANTUMEN, em Lisboa, onde veio contar um pouco da sua história, que passa por detenções em casa de reclusão ou um contrato profissional com um clube de futebol.

Na entrevista, o rapper explica as influências musicais que têm vivido no bairro, desde o tempo em que ouvia músicas do grupo Junior Máfia encabeçado por Phoenix RDC e o seu irmão mais velho. Hoje, continua a beber das mesmas influências, mas agora com o prazer de saber que estas são as mesmas que estão a fazer vibrar o hip hop tuga atualmente.

Neste momento, falta apenas um apenas faixa de bónus track para completar o EP 50/50, que vai contar com sete músicas. Zara G é o único nome a constar nas participações, mas Giovanni ainda está à procura de uma presença internacional para a última faixa.

Na ultima semana, o rapper disponibilizou mais um single “Saudades”, cujas lírica é explicada nesta entrevista vídeo.

Ainda sem uma previsão para o lançamento do EP, mas com a certeza que vai estar disponível ainda neste segundo semestre de 2018, vamos poder ouvir o trabalho nas principais plataformas de streaming do mercado.