Na semana do nosso terceiro aniversário e do Dia de África, o artigo mais lido foi sobre os 100 Afrodescendentes Mais Influentes, seguido da entrevista ao rapper brasileiro Enidê. Em terceiro no top temos o lançamento do EP Tempestade do moçambicano Djimmy Hendrixxx. A entrevista a Giovanni ficou na quarta posição e, por fim, o artigo onde alguns empreendedores afrodescentes ou ligados a África dizem sobre o continente.

A LUSOFONIA ENTRE OS 100 AFRODESCENTES MAIS INFLUENTES DO MUNDO

De 2015 a 2024 assinala-se a Década Internacional dos Afrodescendentes, proclamada pelas Nações Unidas. Nessa senda, para celebrar a excelência negra no mundo inteiro, a Most Influential People of African Descent (Os Afrodescentes Mais Influentes) destaca grandes empreendedores afrodescendentes de todo o mundo que se têm afirmado como  atores relevantes em diversas áreas dentro e fora do continente.

ENIDÊ MC: VIVER DO RAP E COM O RAP VIVER

Nos finais dos anos ’90, Enidê MC teve o seu primeiro contacto com a cultura da rua. O rap e o graffiti foram os primeiros contatos com o movimento, o que era normal naquela altura. A música chamou-o muito cedo, aos 10 anos escreveu o seu primeiro rap por cima do beat e música “Pátria Que Me Pariu” do seu ídolo, Gabriel O Pensador.

JÁ PODEMOS OUVIR O EP “TEMPESTADE” DE DJIMMY HENDRIXXX

Djimetta é um rapper moçambicano, que por nos últimos anos só ter lançado obras em inglês, surpreendeu os seus fãs e media moçambicana ao lançar um EP em português, Tempestade.

GIOVANNI FALA-NOS DO INÍCIO DA SUA CARREIRA E DO EP 50/50

O nome de Giovanni veio à tona depois do single “50/50”, com a participação do amigo Zara G, ambos artistas da linha da Azambuja (Portugal). O single “50/50” foi disponibilizado online há quase um ano e tem mais de quatro milhões de visualizações no YouTube e mais de um milhão de streams no Spotify e Apple Music.

O QUE DIZEMOS SOBRE ÁFRICA? LÊ AQUI AS RESPOSTAS

África hoje é um continente que emerge de um sono pesado. Sempre foi dinâmica, bonita, majestosa e inovadora. Só se esqueceu disso. Então, impulsionada pela sua juventude e sua importante diáspora, ela rescreve agora histórias de sucesso, inovações digitais, oportunidades para todos. É a terra prometida, sempre foi…

Jacquiline Ngo Mpii, Fundadora da Little Africa Paris