DJ Satelite, natural de Luanda, iniciou a sua carreira com uma curiosidade crua e apaixonada e rapidamente se tornou num dos principais impulsionadores do Afro House e do Kuduro em vários países lusófonos. Depois de anos dedicado às suas próprias produções, em 2006 alcançou notoriedade como um dos coprodutores do álbum Estado Maior do Kuduro, dos Lambas, que é também conhecido como o primeiro álbum produzido por um artista local e ganhou críticas estelares em Angola.

Em particular, o hit single “Se desfio” conquistou os corações de uma enorme base de fãs. As produções de Satelite foram apresentadas no filme “I Love Kuduro“, de Coreon Dú.

Convidámos o DJ para falar sobre os últimos dez anos do fenómeno Afro House em África e no mundo, assim como também fez uma antevisão sobre onde estará o estilo daqui a alguns anos.

Satélite explica por que os angolanos são uns dos principais responsáveis pela propagação do género pelo mundo afora. “Angola foi um dos primeiros países a chamarem produtores sul-africanos para atuações. Isso levou depois a diáspora angolana a olhar também para esses músicos”, o que acabou por influenciar outras comunidades africanas, principalmente na Europa.

Botswana, Moçambique, Ghana e Marrocos são atualmente os principais geradores de novos produtores. Este crescimento tem vindo a engrandecer o estilo, com o surgimento de novas vibes e sonoridades consoante o país de onde os respetivos produtores são provenientes.

Vê a entrevista vídeo na íntegra abaixo e entende mais sobre as origens do Afro House, a disseminação do DNA africano pelo mundo e nos maiores palcos e festivais da indústria musical.

Internacionalmente, Satelite é reconhecido como um dos mais proeminentes beatmakers angolanos. Além de produtor, lançou a sua própria gravadora, a Seres Produções, para expor música fora de série, incluíndo o seu novo lançamento “If Only” com o produtor marroquino Cee ElAssaad. Em 2016 lançou outros êxitos como “Malembe na Soukouss”, “Abantu” e “Xe Mana Bela”. Incluindo colaborações com o mestre Ancestral Soul Boddhi Satva e a voz única de Freddy Massamba, lançada pelo selo globalmente reconhecido Offering Recordings.

A jornada da Satelite levou-o a alguns dos maiores eventos e organizações, como a Red Bull Music Academy e o Ibiza International Music Summit. Este ano, também mostrou suas habilidades ao vivo no Boiler Room, ao lado de Batida. Satelite também participou em alguns festivais inovadores como o Sfinks Festival, o AfricaNouveau e o projeto Ten Cities, além de ter tocado para o lendário DJ britânico Fatboy Slim. DJ Satelite é um embaixador do novo som angolano e um pioneiro da cena de música eletrónica africana que queima as pistas de dança em todo o mundo.