O primeiro trabalho dos Mobbers acaba de ver a luz do dia, ao ser vendido em formato físico nos espaços do Shopping Avenida, em Luanda. Agora com uma carreira agenciada pela Clé Entertainment, os Mobbers são o primeiro grupo da nova escola angolana, onde se contam TRX ou Falava Sava, a lançar um CD.

A venda foi marcada pela ausência de um dos elementos do grupo, Eric Rodrigues, que se encontra em Lisboa a terminar os seus estudos. Contudo, três anos depois de pisar a terra da Palanca Negra, Xuxu Bower conseguiu estar presente no evento.

O EP contém sete faixas de origem, uma bónus track, e reúne a produção de Weezy Baby, Edivaldo Esteves, T-box, Ghetto Ace, Gaia Beat, Hilton, Lil Beatz e Deskzy James.

Esta é sem dúvida uma geração habituada a gravar e “largar” o som na rua em formato digital, mas os Mobbers preferem “eternizar” o seu trabalho para os old school que gostam de sentir as obras musicais na palma das suas mãos.

Relembremos que o ano de 2014 representa a origem do grupo, que nasceu num chat duma rede social. Com quase quatro anos, os Mobbers, que já foram Mobb na época em que pertenciam à label Latino Records, têm dado passos signficativos no music hall angolano, tendo inclusive sido nomeados para os prémios Top Radio Luanda, um dos mais importantes dentro do entretenimento angolano.

O grupo está ainda em estúdio a trabalhar no seu primeiro álbum, que estará disponível no final deste ano.