E quem diria que o orgasmo teria um dia totalmente dedicado a ele? É verdade, hoje (31) comemora-se o Dia do Orgasmo que foi criado em 1999. Mas porquê assinalar o dia do orgasmo, perguntas tu: para fazer marketing de produtos eróticos e incentivar debates sobre o prazer sexual feminino, isso pelas várias redes de sex shops britânicas.

O jornal The Independent, para não deixar esse dia passar em vão, falou com a médica e sexóloga Becky Spelman sobre os vários benefícios de atingir o clímax, tanto para homens como para mulheres.

via GIPHY

Abaixo podes ler uma lista com os pontos mais importantes a reter da conversa com a médica e sexóloga:

Dá felicidade

Sexo com prazer aumenta os níveis de serotonina presentes no organismo. Tal está associado à melhoria do humor e à sensação de bem estar geral.

Reduz o stress

Atingir o orgasmo faz com que te sintas mais atraente e aumenta a auto-confiança, refere Spelman. Reforça ainda a relação, segurança e intimidade com o parceiro, reduzindo os níveis de ansiedade.

Melhora os relacionamentos

Os casais com uma vida sexual mais ativa tendem a ser mais felizes e a manter aquele relacionamento a longo prazo.

Promove o bom funcionamento do sistema imunitário

Juntamente com a manutenção de um estilo de vida saudável, o prazer sentido durante o clímax propicia o bem estar e bom funcionamento do organismo, diminuindo assim por exemplo as hipóteses de sofrer com gripe ou de alergias.

Reduz a pressão arterial

Vários estudos indicam que os indivíduos com uma vida sexual mais ativa e prazerosa têm por sua vez uma pressão arterial mais saudável. O que diminui o risco de ataque cardíaco e de enfarte, alerta a especialista.

Pode diminuir o risco de aparecimento de cancro da próstata ou testicular

Spelman afirma que a ejaculação regular está associada a uma menor incidência destes tipos de cancro.

Reduz a dor para homens e mulheres

Ao diminuir os níveis de stress, reduz igualmente a sensação de dores crónicas, tornando-as menos invasivas. Mais ainda, os orgasmos aumentam a tolerância à dor. Spelman refere ainda que a estimulação sexual reduz a dor associada a cólicas e enxaquecas.

O clímax faz bem à saúde em quase todos os aspectos, portanto não percas tempo e celebra a vida.