Afrokillerz by Olson - Futeceros

Os “Futeceros” dos Afrokillerz tem um volume 2

Já passaram quatro meses desde que a BANTUMEN entrevistou os Afrokillerz. Desde então, o trabalho continua a ser o dia-a-dia da dupla de DJs. Têm tocado na maior parte das discotecas e espaços de Portugal e da Europa, em França, Luxemburgo, Suíça, entre outros. Num balancé de atuações ao vivo e absorção de experiências musicais, produziram também o seu EP, que já está disponível.

Futeceros Vol.2 é o nome do segundo trabalho dos Afrokillerz. O processo de produção foi todo feito pelo Safari e Lands, no home studio dos Killerz ou como eles o chamam “laboratório militar”, de onde saem “as bombas tóxicas e nojentas para a rua”.

https://www.instagram.com/p/Bn59GPZgGIF/?taken-by=afrokillerz_official

Em exclusivo para a BANTUMEN, Safari explicou o que podemos esperar do EP enquanto o ouvimos: “Optámos por não fazer feats pois sempre tentámos manter estes mixs vigente à nossa identidade. Tem o instrumental de duas músicas com voz, tentámos mostrar a nossa sonoridade, mas também mostrar o que estamos a fazer agora. Passamos pelo afrohouse, afrotech e techno house”.

Futeceros Vol.2 veio acompanhado de um brinde, para além das músicas, os DJs optaram por lançar também um “videoset” que é um videoclipe com mixagens de afrohouse, música electrónica para uma música electrónica híbrida, feita por eles.

Ouve abaixo o videoset, Futeceros Vol.2:

BANTULOJA
nv-author-image

Wilds Gomes

Sou um tipo fora do vulgar, tal e qual o meu nome. Vivo num caos organizado entre o Ethos, Pathos e Logos - coisas que aprendi no curso de Comunicação e Jornalismo. Do Calulu de São Tomé a Cachupa de Cabo-Verde, tenho as raízes lusófonas bem vincadas. Sou tudo e um pouco, e de tudo escrevo, afinal tudo é possível quando se escreve.