De Sangue Ruim, a “Miúda” do Holly Hood

O novo tema de Holly Hood já conta com mais de 259 mil visualizações no YouTube e encontra-se entre os três mais populares desta plataforma, em Portugal.

“Coração já só vê mal porque a alma está interdita HÁ bué que eu deixei de ama-la e a chavala não Acredita / Queima a casa queima o carro só não vale é queimar guita / Miúda que eu não vou para a vala com uma bala na marmita”

Acima é o refrão do mais novo single do rapper da Linha da Azambuja, “Miúda”, que antecede a segunda parte do seu álbum, Sangue Ruim, que conta com temas já lançados como “Ignorante” e “Cala a Boca”, depois de O Dread Que matou Golias. Recentemente, Holly deu “carga” e energia no cypher “Língua dos Campeões” com Papillon, Sir Scratch, Rashid, Kamau, Gson, Drik Barbosa e Rincon Sapiência, numa conexão que juntava Portugal ao Brasil.

A “Miúda” do Holly Hood teve a produção, mix e master de Here’s Johnny, direcção fotográfica de Kō Studio (Pedro Santos, Ivo Lázaro e Luís Silva) e a realização do videoclipe ficou encarregue pelo próprio rapper da Superbad, vê abaixo:

Wilds Gomes

Sou um tipo fora do vulgar, tal e qual o meu nome. Vivo num caos organizado entre o Ethos, Pathos e Logos - coisas que aprendi no curso de Comunicação e Jornalismo. Do Calulu de São Tomé a Cachupa de Cabo-Verde, tenho as raízes lusófonas bem vincadas. Sou tudo e um pouco, e de tudo escrevo, afinal tudo é possível quando se escreve.