Sérgio Figura é um dos elementos do grupo Flava Sava que tem vindo a dar bons passos no cenário rap em Angola, em especial na nova escola. Natural de Luanda, começou a sua trajetória no mundo do rap há mais de oito anos.

Para quem a música não passava de um hobby, sem o objetivo de um dia chegar ao topo do game, Sérgio Figura passou a ter um outro olhar sobre a arte que passou a desenvolver. Tudo começou a tornar-se mais profissional com a sua entrada nos Flava Sava, há quase dois anos, por intermédio de um convite de Vander Soprano, um dos fundadores do grupo.

Perguntamos ao Sérgio o que os Flava trazem de diferente no rap angolano, ao que nos respondeu:

Flava Sava é dos grupos mais consistentes da nova geração e também é o grupo com métrica, flow e abordagem de temas diferente desse mar de iguais.

 

O grupo já esteve envolvido em várias polémicas com os seus concorrentes diretos, como TRX Music e Mobbers. Há alguns meses surgiram nas redes sociais rumores que indicavam que Sérgio estava com problemas com um dos elementos dos Mobbers, que acabou por terminar mesmo em conflito físico, mas o rapper garante que essa situação faz parte do passado. Em relação aos TRX Music, só conhece Edson dos Anjos. “Nos conhecemos quando éramos putos e isso é algo que o rap não vai estragar, gosto do gajo”, disse Figura.

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por $ÉRGIO FIGURA FS (@sergio_figura) a

Sérgio Figura está agora a trabalhar na sua primeira mixtape, intitulada Quase Deus, que ainda não tem uma data para lançamento mas já viu ser lançada, esta quinta-feira, 25, o seu primeiro single promocional,Está Tudo Bem”. A música foi disponibilizada no SoundCloud.