Tellas, o serviço de streaming dedicado ao cinema de origem PALOP

Quantos já ouviram falar do Tellas? O que é o Tellas? Quem inventou o Tellas? Uma das maiores questões do mundo é o que ainda falta inventar. Pouca coisa diríamos nós, mas a verdade é que a criatividade é ilimitada e quando surge um novo gadget ou serviço ligado às tecnologias, este rouba as atenções dos geeks e dos meios mais atentos.

É nesta onda que surge o Tellas, o novo “bébé” da indústria cinematográfica lusófona. Todos sabemos que os serviços de streaming de vídeo (on demand) empurraram para a reforma os clubes de vídeo e todos os dias roubam audiência à televisão.

Netflix, Amazon Prime ou o recém lançado YouTube Prime são os grandes são os dominadores do mercado e quem ousaria pensar em fazer concorrência? A resposta é rápida: Júlio Chilela e Osvaldo Banild, dois jovens angolanos visionários.

Ambos nascidos na província do Huambo, Júlio Chilela é formado em Informática pelo Instituto Superior de Ciências de Educação da Huíla e fez Engenharia de Software na área de Tecnologias de Informação Geográfica, em Portugal; o primo Osvaldo é formado em Electromedicina pela Universidade José Eduardo dos Santos e com especialidades em Engenharia Biomédica, no Porto, em Portugal.

Contrariando as perspetivas óbvias de dois cidadãos angolanos com bases humildes, a dupla juntou sinergias para criarem o Tellas, um serviço de streaming de vídeo, direccionado para criadores e público oriundo dos PALOP.

O acesso à plataforma funciona através de uma subscrição e nela podemos encontrar uma uma variedade ilimitada de conteúdos como filmes, séries, podcasts, curtas-metragens, documentários e stand-up-comedy, alguns produzidos exclusivamente para o Tellas.

Atualmente em destaque, o serviço oferece-nos as produções de Welket Bungué, como “Vã Alma” assim como o documentário de Dércio Tomás Ferreira “Um Novo Normal”, ambos dos quais já falámos por aqui na BANTUMEN.

A ideia de criar este serviço e como tudo acabou por acontecer foi-nos explicado por Júlio Chilela e Osvaldo Banild, durante o podcast, que podes ouvir acima, conduzido por Eddie Pipocas.

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.