Chef Octávio Neto: “Temos de transformar os nossos pratos”

O Chef falou-nos das mudanças e reformas que a cozinha angolana precisa enfrentar.

O Chef angolano Octávio Neto esteve em Lisboa durante quatro dias para aperfeiçoar as novas técnicas junto do Chef francês Vincent Farges, no seu novo restaurante EPUR, no coração da capital portuguesa.

Octávio já teve a oportunidade de trabalhar outras vezes com o Chef francês, no restaurante da Fortaleza do Guincho, que este liderou até 2015. O Chef angolano aproveitou o regresso do Vincent Farges a Portugal, depois de uma estadia num resort de luxo, numa das ilhas das Caraíbas, para poder “beber” do conhecimento de Farges.

Octávio Neto
Foto: DiValdo Francisco para BANTUMEN

O novo restaurante apresenta-se num sítio luminoso e com vista para a cidade de Lisboa, a expressão que caracteriza o seu conceito é, “Eppur si muove”. A frase italiana, que significa “e, portanto, ela gira” – reza a lenda que esta máxima foi dita por Galileu Galilei, após ter sido forçado pela Inquisição a renegar a ideia de que a Terra gira em volta do Sol e não o contrário. Depuração é a palavra mestre desse conceito, ou seja, “uma cozinha pura, sem nada a desviar da boa comida que serve, sem extravagâncias, um serviço com muito nível mas, informal, uma mise en place simplificada, sem luvas brancas”, definiu-nos o Chef.

Octávio aproveita sempre as férias para conhecer novas cozinhas, desta vez aproveitou o restaurante do amigo para aperfeiçoar novas técnicas e dar a conhecer alguns quitutes de Angola à equipa do EPUR, como a múcua e catato.

O Chef falou-nos das mudanças e reformas que a cozinha angolana precisa enfrentar. Do quanto a crise em Angola fez com que criasse uma readaptação dos restaurantes angolanos no uso de produtos nacionais. Aqueles que não se conseguiram adaptar aos constrangimentos da crise, como a falta de produtos importados de outros países, acabaram por ter de fechar as portas ou enfrentar uma situação financeira crítica.

Octávio Neto
Foto: DiValdo Francisco para BANTUMEN

Atualmente, Octávio Neto, que começou a sua carreira na Escola de Hotelaria e Turismo do Estoril, em Portugal, é o responsável da cozinha do restaurante Café Del Mar, em Luanda.

No seu CV, Neto exibe também a vitória da primeira edição do Delta Gourmet Experience, em Angola, onde o restaurante Café Del Mar venceu como o Melhor Restaurante.

[Fancy_Facebook_Comments]