Chebelina Mukomuga

Chebelina inscreveu-se na escola aos 95 anos

Aos 95 anos, Chebelina Mukomuga, queniana nascida por volta de 1923, matriculou-se na escola para aprender a ler e escrever.

A história foi publicada por Wanjiku Kinuthia, responsável de comunicação da The Wildlife Conservancy, uma organização de proteção da vida selvagem no Quénia, juntamente com fotografias da nova aluna vestida com o uniforme escolar. Rapidamente, a história tornou-se viral ao ser amplamente partilhada pelas redes sociais internacionalmente.

Os cursos seguidos por Chebelina Mukomuga são reservados para mulheres adultas, mas aos 95 anos, ela é inegavelmente a mais velha.

Congratulando-se com a viralidade da sua publicação, Wanjiku fez um novo post no Instagram indicando que a história de Chebelina Mukomuga pode “inspirar todos a fazer melhor e ser melhor”.

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.