Queres controlar o peso durante o Natal? Sabe aqui como

Controlar o peso e o que se come entre o Natal e o Ano Novo pode muitas vezes nos passar ao lado, mas é possível. De acordo com a ciência, podes manter o peso durante a época festiva em apenas dez passos.

A Universidade de Birmingham em parceria com a Universidade de Loughborough, no Reino Unido, juntaram-se para a realização de um estudo que foi publicado e divulgado pela BBC News. O estudo tem o objetivo de “abrir os olhos” das pessoas quanto à saúde, mostrando dicas simples para controlar os exageros gastronómicos e de álcool e evitar o aumento de peso durante a quadra natalícia – mesmo que se vá a um número alargado de festas com comida em abundância.

Todos os envolvidos do estudo receberam uma lista de dez dicas para controlo de peso e outra com quanta atividade física seria necessária para queimar certos pratos e bebidas muito populares no Natal.

“Winter Weight Watch Study” é o nome do estudo que envolveu 272 voluntários, que foram divididos aleatoriamente em dois grupos: um grupo de controlo e um grupo de intervenção.

Os voluntários no grupo de intervenção tinham que se pesar diariamente e receberam as dez dicas (abaixo) sobre como evitar ganhar peso, e uma lista de atividades físicas com quantas calorias estas queimam e o que essas calorias correspondem em alimentos típicos das festas.

Já o grupo de controlo recebeu apenas um panfleto com informações breves sobre ter um estilo de vida saudável, sem nenhuma dica alimentar.

O resultados mostraram que, em média, os participantes do grupo de controlo engordaram durante a época do Natal, mas os do grupo de intervenção mantiveram o peso.

Estas dicas foram retiradas de um artigo publicado em 2008 no International Journal of Obesity 32, mas que podem ser utilizadas sempre.

As regras:

1. Tenta manter a tua rotina alimentar – Mantém os mesmos horários de alimentação que tens na tua rotina normal ou, ao menos, tenta manter os horários o mais próximo possível disso.

2. Evita alimentos gordurosos – Usa as carnes magras (como o peru), foge dos molhos de saladas mais gordurosos, evita os patês.

3. Caminha – Podes usar uma aplicação no telemóvel que conte os teus passos ao longo do dia, e vai aumentando o número de passos progressivamente. Pequenas mudanças na rotina, pelo menos durante o período de festas, podem ajudar: optar por subir as escadas em vez de ir de elevador, fazer a pé pequenos percursos, etc.

4. Escolhe petiscos saudáveis – Se gostas de petiscar, compra ou prepara opções saudáveis, como fruta, iogurtes de baixas calorias etc.

5. Lê o rótulo – Cuidado com a publicidade, principalmente em produtos light e magros (nem sempre têm realmente menos calorias). Estar ciente de quanto açúcar, sódio e gordura está nos alimentos industrializados ajuda a tornar a alimentação mais saudável.

6. Cuidado com as porções – Não enchas o prato de comida (a não ser que a comida seja legumes e verduras). E pensa duas vezes antes de repetir, principalmente se costumas comer rápido: dá tempo para que o teu cérebro perceba que está saciado.

7. Fica de pé – Evita ficar muito tempo sem te levantares. Para cada hora sentado, levanta-te por dez minutos.

8. Pensa no que vais beber – Bebe mais água ou refrescos sem açúcar. Até mesmo sumos de fruta têm o açúcar natural da planta, então limita a quantidade a um copo de sumo por dia. O álcool também é altamente calórico, por isso tenta compensar evitando repetir a refeição nos dias em que fores beber mais.

9. Foca-te na comida – Aproveita o feriado para diminuir o ritmo. Não comas em frente à televisão ou enquanto fazes outras atividades; come à mesa se possível. Saboreia a tua refeição.

10. Não te esqueças: a regra dos cinco – Come ao menos cinco porções de fruta, legumes ou verduras por dia (400gramas no total).

 

Wilds Gomes

Sou um tipo fora do vulgar, tal e qual o meu nome. Vivo num caos organizado entre o Ethos, Pathos e Logos - coisas que aprendi no curso de Comunicação e Jornalismo. Do Calulu de São Tomé a Cachupa de Cabo-Verde, tenho as raízes lusófonas bem vincadas. Sou tudo e um pouco, e de tudo escrevo, afinal tudo é possível quando se escreve.