Com o fim de ano chegam as típicas listas do melhor que aconteceu nos últimos 12 meses. E na BANTUMEN não fugimos à regra. Passando por cima de todas as infelicidades que possam ter acontecido no planeta em 2018, felizmente temos os artistas que nos vão proporcionando pequenos pedaços de bom feeling com a sua criatividade e savoir faire.

No campo da música, e longe de se afastarem da política, Ikonoklasta, Rapazes 100 Juízo e  Pekagboom, entre outros, usaram suas plataformas para criticar e levantar problemas socialmente transversais a vários países africanos de língua oficial portuguesa e não só.

A confiança dos Wet Bed Gang, o carinho que ganhamos pelos Calema, as parcerias entre artistas lusófonos e de outras partes de África, como Preto Show com Davido ou Djodje e Patoranking, as quezílias entre Vado e Mota JR, o diagnóstico de relacionamento em tempo real de Bispo e Dezzy ou as meditações metafísicas do homem que matou Golias e sua  miúda foram alguns dos brindes musicais deste 2018.

Assim, esta é a lista da BANTUMEN com as melhores músicas do ano.


 

25. Dengaz  Feat.Carla Prata – Só Uma Vibe

24. Vado Más Ki ÁsFora d’Órbita

23. Apollo G Feat. Bispo & Landim – Bem di Baixo

22. BLAYA – Faz Gostoso

21. David Carreira Feat. Deejay Télio, Mc Zuka – O Problema É Que Ela É Linda

20. Carlão – Contigo

19. Mayra Andrade – Afeto

18. Rapaz 100 Juiz Feat. Calemac – Preparado

17. Holly Hood – Miúda

16. Richie Campbell – Slowly

15. Deejay Telio & Deedz B – Happy Day

14. Loony Johnson – Homi Grande 

13. Matias Damasio – Nada Mudou

12. DJ Dadda Feat. Plutonio – Cafeína

11. ProfJam – Água de Coco

10. Papillon – Impec

09. Zara G – Chaminé

08. Bispo Feat. Deezy – Nós 2

07. GSon – Voar

06. Djodje x Jimmy P – A Fila Anda

05. Piruka Feat. 1Kilo – Já Se Passou Tudo

04. Wet Bed Gang – Devia ir

03. Sam The Kid – Sendo Assim

02.  NGA – Tatuagens Cicatrizes & Diamantes

01.  Dino d’Santiago – Nova Lisboa