Barack Obama

O que Barack Obama mais gostou de ler, ouvir e ver em 2018

“À medida que o fim de 2018 se aproxima, dou continuidade a uma das minhas tradições favoritas e partilho as minhas listas de fim de ano”, escreveu Barack Obama no sábado, em todas as suas redes sociais.

O ex-presidente dos EUA divulgou os seus títulos de filmes, livros e músicas favoritos de 2018. “[Esta lista] também dá-me a oportunidade de mostrar talentos, autores, artistas e contadores de histórias – nomes conhecidos e outros que podem nunca ter ouvido falar antes “, podemos ler no seu post.

Sobre o que considera os melhores livros que leu, Obama deu, obviamente, o primeiro lugar à obra da sua esposa, Michelle Obama. Becoming já se tornou um best seller de 2018. “Claramente o meu favorito”, escreve o ex-presidente. Entre os romances, há livros políticos que podiam ser lidos como uma crítica à forma como o mundo tem sido governado: Porque o Liberalismo Falhou, Patrick Deneen, ou Como as Democracias Morrem, dos cientistas políticos Steven Levitsky e Daniel Ziblatt.

Na sua seleção de filmes, Barack escolheu títulos com uma mensagem poderosa em relação à comunidade negra: Black Panther, BlacKkKlansman e Support the Girls. Mas também a comédia Eight Grade ou o mais recente sucesso da Netflix Roma, fazem parte da lista.

No campo da música, o ex-presidente escolheu nomes da cena rap e jazz como “I Like It” de Cardi B e “Wow Freestyle” de Jay Rock (feat Kendrick Lamar), The Great American Songbook assinado de Nancy Wilson, “um dos maiores cantores de jazz de todos os tempos”, segundo Obama e que morreu em dezembro 2018.

nv-author-image

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.