Um polaco e um espanhol recebem prémio europeu por filme sobre guerra de Angola

Mais um Dia de Vida é um filme baseado no livro homónimo do famoso jornalista polaco Kapuscinski – considerado um dos maiores repórteres do século XX – e que recebeu o prémio de Melhor Filme de Animação, nos Prémios do Cinema Europeu.

A obra é uma co-produção entre o cineasta polaco Damian Nenow e o realizador de documentários espanhol Raúl de la Fuente.

Durante a cerimónia de entrega dos prémios que aconteceu em Sevilha, Damian Nenow agradeceu à Academia [de Cinema Europeu]. “E, claro, à nossa grande equipa internacional, com artistas da Polónia, Bélgica, Espanha, Hungria e Alemanha; 500 pessoas! Adoro-vos, vocês são os melhores!”

E o realizador continuou a contar como surgiu a ideia de criar este filme que mistura animação com imagens reais: “Ele veio ter connosco e disse: ‘vamos fazer um filme de animação, misturado com documentário’. Pensámos que era uma loucura, que não podia ser mais louco. Mas depois, quando se conhece a escrita de Kapuscinski, parece tão natural misturar ficção e poesia com factos e com a verdade indiscutível… E foi isso que fizemos, apesar de ser arriscado.”

Mais um Dia de Vida fez parte da seleção oficial do festival de Cannes, foi premiado pelo público no Festival de Cinema de San Sebastián, no País Basco e já passou também pelo grande ecrã em Portugal.

Equipa BANTUMEN

A BANTUMEN é um magazine eletrónico em português, com conteúdos próprios, que procura refletir a atualidade da cultura urbana da Lusofonia, com enfoque nos PALOP e na sua diáspora.